Deus é Amor

ai MENINAS tive que excluir uma transex de meu FACE,E OLHA QUE GOSTO MUITO DELA ou eu estou louca ou ela FICOU mais loca que eu ,CORTOU o pinto FEZ chana VIROU evangelica e prega a palavra de DEUS.  É muito pra minha CABEÇA E FICAR COLOCANDO SALMOS ,E FALAR QUE O JEAN WLIANS E PERVERTIDO E PREGA A PEDOFILIA ,sou contra o perfil que alguns evangelicos LEVAM nao sou comtra a igreja MAS FANATISMO E DEMAIS ....e a mesma coisa que eu querer que todos os homens da terra ,sejan obrigados a se deitar com trans ou travesti e gostar ,ninguen nessa vida tem que ACEITAR NADA somente tem que RESPEITAR AS DIFERENÇAS ....

Essa mensagem foi postada no perfil do Facebbok de alguém que fazia parte de meus contatos nessa rede, e decidiu excluir-me após perceber que meus posts tinham conteúdo cristão (ela não sabia que eu havia me convertido, pois vive fora do país e há muito não nos víamos. Me enviou convite à pouco tempo).

Nunca gostei dessa provocação e até perseguição feita contra LGBT's por parte de algumas lideranças evangélicas. Nunca apoiei, nunca aprovei, nunca estimulei! Penso ser burra a generalização, colocando pessoas de um segmento como IGUAIS, e rotulando-os como isso ou aquilo, assim ou assado! Tenho sentido a algum tempo, a necessidade de um posicionamento quanto à essa questão, pois inicia-se (claramente) uma guerra boba, cruel e inútil.

Sempre rebati com firmeza algumas declarações preconceituosas e até perjorativas feitas por pastores que pregam o Evangelho da aversão e incitam o ódio e intolerância; não penso que a Palavra veio para segregar, mas para incluir. Mas também não sou burra, tãopouco covarde para me fazer de cega quando sou ofendida PELo e NO que CREIO! Sempre me opúz a essa mania de generalizar, quando ouvia que Todo gay é promíscuo, que TODA travesti rouba, porque vou aceitar ouvir que TODOS evangélicos são: intolerantes, burros, palhaços, enganadores, etc...

Isso foi me magoando de uma maneira tão intensa, pelo fato de que quem proferia essas ofensas eram pessoas que conheço a anos, queridos (as) amigos (as) de anos (alguns da luta LGBT). Em muitos desses posts e matérias que acompanhei, o alvo era o deputado do PSC Marco Feliciano. Que se manifestou contrário ao casamento entre pessoas do mesmo sexo (como todo cristão), mas isso já era mais do que certo, são convicções religiosas, de uma pessoa que DEVE representar a vontade e pensamentos de quem o elegeu, OS CRISTÃOS!!!

Ele era chamado de racista, homofóbico e intolerante... Mas o que me chamava a atenção eram frazes como:
"Ele tira a sobrancelha", "Look's like a PASSIVONA", etc... Isso também não configuraria homofobia e intolerância? Essas 'informações' eram replicadas por sites e perfis LGBT's, que lutam pelos direitos humanos. E para eles, brincar por um homem tirar a sobrancelha, ou chama-lo de passivona é CRIME, HOMOFOBIA! Controverso, não?

Mas o fato é que isso somente serviu para me fazer refletir... Essa contradição de atacar a intolerância com intolerância me trouxe uma inquietação e as escamas começaram a cair dos meus olhos! Notei que desde que começei a postar ou compartilhar ou curtir imagens ou versiculos Bíblicos, algumas pessoas se afastaram. Pessoas com quem conversava quase todos os dias retiraram-se do meu perfil ou nem respondiam a meus comentários. Me ignoravam por completo. E olha que NADA tinha conteudo do tipo "seja assim, seja assado". ou do tipo "Deus fez o homem e a mulher". NÃO, eram somente mensagem positivas, de fé e de amor e esperança. Mas o fato é que incomodou muita gente.

Não me queixo nem penso ser ruim tais pessoas terem me excluido, pois cada um tem seus interesses e preferencias... SUAS ESCOLHAS! Eu, por exemplo, começei a excluir do meu perfil o perfil de pessoas que postavam ou compartilhavam pornografia. Não era o que me interessava ver, não está de acordo com meu coração e muito menos com minha ESCOLHA que é DEUS e as coisas do CÉU! Não estou aqui desqualificando quem curte tais coisas, é uma ESCOLHA pessoal... Graças a Deus podemos escolher, e não penso que essas pessoas (a maioria queridos e queridas por mim) sejam melhores ou piores, mais ou menos do que ninguém. Jamais.

Conheço LGBT's que teriam muito mais direito a serem chamados filhos de Deus do que muita gente da Igreja. Não julgo a ninguém porque muito fui (e sou) julgada, não sou nada mais do que um vaso que deseja se deixar usar pelo Senhor. Sei dos meu erros, lembro do meu passado e não pretendo esconde-lo, nunca pretendi (e quem me conheçe sabe disso). Mas quando entreguei minha vida no Altar, meu passado e meus erros somente servirão como testemunho de onde o Senhor me tirou, da mudança que está fazendo em minha vida. Então não adianta ficar relatando e até inventando coisas na internet para me defamar ou desqualificar, pois isso é até positivo, pois traz o pensamento de "VALEU A PENA... EU REALMENTE ERA ASSIM, E HOJE ESTOU MELHOR, E HOJE ESTOU FELIZ"!!!

Vi coisas do tipo "Uma transexual evangélica, pregando a Palavra de Deus"? Glórias a Deus! Exaltado e Glorificado seja esse Deus que usa QUEM, COMO E QUANDO Ele quer. Só para exemplificar, para quem não conhçe essa parte da Bíblia, Deus usou uma mula para expressar sua vontade, no tempo de Balaão, e Ele escolhe as coisas loucas para envergonhar as sábias! O Evangelho é amor, inclusão, e Deus ama á TODOS, incondicionalmente. A orientação é renunciar ao pecado, mas amar ao pecador. JESUS foi a maior prova disso... As pessoas com quem ele andaria hoje, as pessoas para e pelas quais Ele veio, são pessoas como EU e VOCE!

Só para constar: Na ocasião do deputado Jean Wylys, compartilhei uma imagem com SUPOSTAS declarações dele, creditadas como SUPOSTAS por mim no compartilhamento. E a imagem falava sobre pedofilia, que o significado seria "amigo da criança". Não dizia nada sobre perversão, até porque não compactuo com esse rótulo e não conheço a vida pessoal e nem sexual de Jean. Não penso que alguém que me conheça possa crer que eu teria dito (ou escrito essas palavras sobre alguém). Falso moralismo e também essa palavra nunca fez parte da minha pessoa. Na verdade, nem sei o REAL sentido de PERVERTIDO.  Nem quer entrar nesse mérito...

Deus abençoa a vida de cada um que lê esse post até seu final.

Valéria Vasquez me contempla enquanto transexual?

Sábado, assistindo ao programa humorístico "Zorra Total", percebí o destaque dado ao personagem do ator Rodrigo Sant'Anna, Valéria Vasquez. A transexual (?) agora ganhou uma casa , e isso representa a valorização, o destaquedado pela atração  a um personagem.

Antes, somente a Lady Kate (outro personagem forte e de destaque) tinha casa nos cenários do humoristico, os demais quadros passavam-se nos vagões do trem mesmo! Toda essa "aposta" e reconhecimento na Valéria, e também o cenário destinado à ela, com aquela casa toda rosa e super cheia de coisas e informações exageradas me trouxeram um questionamento, uma perturbação que culminou até agora, tornando-se o título desse post: VALÉRIA VASQUEZ (a bunita!) ME REPRESENTA ENQUANTO TRANSEXUAL?

Ainda ontem (domingo) conversava com meu marido sobre a questão, e assim surgiu a idéia do post, pois foi nessa conversa que fiquei perplexa com a conclusão: SIM,VALÉRIA VASQUEZ REPRESENTA (TAMBÉM) A TRANSEXUAL! Mesmo com toda a questão caricata, circense mesmo, Valéria Vasquez é no momento a "transexual" mais em evidência no país atualmente!

Vou pontuar algumas questões que me levaram à essa conclusão:

1º - Quebra de paradigmas e estereótipos

Sempre rodeou o imaginário da maioria das pessoas que TRANSEXUAL, é o (vou usar somente MtF) o indivído que nasce sob o sexo biológico masculino, tem identidade de gênero feminina e após uma "transformação", já com o gênero feminino torna-se uma mulher linda, perfeita e que engana a todos tamanha a sua beleza... PURO ENGANO!!!

A Transexualidade está por dentro, e não no exterior, na aparência externa! Já ví muitas vezes pessoas dizendo: "fulana é tão linda e tão perfeita, pareçe uma mulher de verdade... Deveria se operar" . Como se beleza e feminilidade fossem os únicos requisitos para diagnosticar o Transtorno de Identidade de Gênero.

A transexualidade vai muito mais além; é a incompatibilidade, o sofrimento e a nessecidade de transformar (readequar) o sexo de nascimento! Independente da aparência feminina ser perfeita, transitória ou andrógena. Essa cobrança é da sociedade e da mídia, que impõe estereótipos e parâmetros de beleza....

2º- Quebra de "convenções sociais"

Algumas pessoas (principalmente do meio LGBT) cobram de pessoas trans posturas identicas as das mulheres, e essas expectativas quando frustradas geram comentários e até ações discriminatórias para as trans. Já fui cobrada inúmeras vezes, por argumentos do tipo "transexual FAZ assim, transexual ANDA assim, transexual SE VESTE assim, transexual FALA assim" etc... Como se fôssemos feitas em série! Então, no caso de Valéria Vasquez, poderíamos dizer que ela é uma mulher (caricata verdade) à frente do seu tempo, pois mostra que esses parametros e convenções não valem de nada! Que enquanto indivíduos somos livres para vivermos e expressarmos nossa identidade como a percebemos. Que nosso compromisso é a felicidade, e o objetivo é poder dizer de sí mesmo: ESSA SOU EU, ASSIM QUE ME PERCEBO, ME AMO E TENHO ORGULHO DE MIM!!!

Suas roupas e acessórios extravagantes, sua maquiagem exagerada e até seu cabelo estratégicamente desalinhado são prova marcante dessa atrevida manifestação! Eu até iria mais longe, comparando-a (sem esquecer do fato de tratar-se de um personagem ficticio claro) à nomes tão marcantes e revolucionários como Luz del Fuego e Leila Diniz.

Muitas mulheres foram atacadas, perseguidas e atémalvistas pela sociedade por não seguirem as normas ditadas pela maioria: as mulheres não podiam expressar suas idéias, seus sentimentos, seus desejos, sua sexualidade e tãopouco sua cidadania; já que não podiam votar, trabalhar, etc... a queima dos soutiens em praça pública foi o marco dessa mudança, da não aceitação da mulher em condição de inferior, subjugada a paradigmas.

Então, depois de minha reflexão sobre essa questão -que mais pareceu uma viajem alucinógena, chego à conclusão de que VALÉRIA VASQUEZ É UMA CARICATURA DE "LEILA DEL FUEGO"!!! Representa para mim (e talvez para muitas) a liberdade para sair dessa prisão do "pode ou não pode", ser livre e verdadeira, ser feliz. Cometer exageros, assim como na sua casa toda rosa,(que representa para mim a busca do feminino e da auto-afirmação e aceitação nessa condição), sem importar-se com o julgamento alheio. Ser voce mesma e encontrar a felicidade dessa forma! Não buscar somente satisfazer a expectativa do outro, mas mostrar-lhe a verdade, eliminando pré-conceitos falsas informações e até o "conto de fadas" do "virar mulher"... Será que consegui ser clara, ou confundí ainda mais? Vou continuar refletindo, mas aceito contribuições!!!

Troca Coletiva de Nomes Civis.

Gente, sei que faz algum tempo (um mês) que não posto, mas é que estava correndo com as coisas do meu casamento... Depois posto as fotos, OK?

Mas tenho uma novidade  que será um marco para o Movimento Trans; no post anterior, contei sobre as ações conjuntas de retificação de registro civil de travestis e transexuais que foram protocoladas no dia 29 de janeiro- Dia da Visibilidade Trans.

Pois o Juiz deu a sentença favorável para essas retificações! Felizmente, com esse deferimento, será muito mais fácil e rápido a partir de agora esse processo de retificação, e os constrangimentos vividos e relatados por pessoas de identidade trans por situações vexatórias causadas por um nome com o qual não se identifica, será coisa do passado!
Há muito tempo eu já tinha uma fala de que nossa luta não deveria ser mais pelo nome social (que teve seu tempo, e sua importância), pois ele não comtempla nossas necessidades e nem sana todas as complicações e constrangimentos de quando se utiliza documentos civis masculinos, em uma identidade de gênero feminina!

Agora, o Brasil (mais uma vez) poderá e deverá seguir a jurisprudência originada no Sul do país, que já é pioneiro em tantas outras questões específicas de direitos e conquistas LGBT!
Parabéns à Igualdade/RS pela inciciativa e ao Magistrado e sr juiz que julgou o mérito dessa ação, parabéns à todas ós, protagonistas dessas conquistas, parabéns ao RS.

Dia da Visibilidade TRANS

29 de janeiro, o dia da visibilidade de travestis e transexuais foi marcado por oficinas, debates e passeata, encerrando no Foro Central para protocolar ações conjuntas de Retificação de registro civil de travestis e transexuais em Porto Alegre!








O direito à um nome, é tão importante quanto a construção de um gênero... E ter em seus documentos oficiais o nome com o qual se IDENTIFICA, é fundamental para inclusão e inserção da população TT em todos os espaços da sociedade!!! Parabéns Igualdade/RS, pela iniciativa!